Descubra por que as empresas precisam pensar em termos de “e” não “ou”

Gary Vaynerchuk, empreendedor serial, explica como as empresas podem evoluir e prosperar após a pandemia

Ilustração cortesia da iStock

Gary Vaynerchuk, empreendedor serial, sabe que quase todos os empresários e empreendedores estão sentados em sua escrivaninha (ou mesa na cozinha ou pátio) agora mesmo pensando, criando estratégias e avaliando como será o impacto dos eventos do último ano sobre o próximo ano ou o seguinte. Ele sabe disso porque ele está fazendo a mesma coisa. E ele tem algumas ideias sobre isso. 

No 2021 WeWork Innovation Summit, em abril, Vaynerchuk, presidente da VaynerX e CEO da VaynerMedia, contou por que o otimismo prático é a melhor maneira de abordar a situação. (Assista à sessão sob demanda aqui.) Uma das principais mentes do mundo na vanguarda da cultura, relevância e Internet, Vaynerchuk ofereceu quatro maneiras como os líderes deveriam pensar sobre o futuro de seus negócios e de funcionários agora mesmo. 

Reflita sobre os aspectos positivos do trabalho remoto 

Vaynerchuk reconheceu que sempre foi adepto da mentalidade de “todos no escritório”. Mas notou alguns aspectos positivos do trabalho remoto, e vai incorporá-los ao local de trabalho daqui para a frente.

“Só sei que nunca mais quero participar de uma conferências sem vídeo”, ele jurou. “Com 22 participantes em uma chamada em áudio, é difícil ler as pessoas. Como alguém que está sempre incentivando a evolução, é preciso ver como as pessoas reagem. A videoconferência possibilita 95% disso para mim, o que é notável.” 

Encontre novas maneiras de dividir os dias

Desde a pandemia, muitos empresários percebem como é importante priorizar a experiência dos funcionários. Vaynerchuk disse que incorporou uma nova forma de entretenimento durante o horário de trabalho em suas empresas, para proporcionar um pouco de diversão durante o dia: ele chama o momento de “escapismo digital”.

“Às 13h37 todos os dias, a empresa faz uma pausa (cronometrada pelo ONE37pm, de Vaynerchuk). Eu ou outra pessoa entrevista alguém interessante. Assim, as pessoas têm meia hora para dar um tempo (muito necessário) do trabalho”, disse ele. 

Prepare-se para disputar seus funcionários

Como diz o ditado, a bola está na quadra dos funcionários: eles detêm o poder por terem mais opções de emprego, explicou Vaynerchuk. Ele citou a recém-descoberta popularidade dos NFTs como um exemplo.  

“Com os NFTs, pessoas comuns — como um trabalhador da construção civil ou um professor — podem ser artistas”, disse ele. “Assim como quando os influenciadores deram origem ao marketing de influenciadores, esta é outra grande opção para os seres humanos não fazerem o trabalho tradicional nas empresas. Haverá uma enorme quantidade de pessoas com talento artístico que agora serão capazes de se beneficiar.” 

Para os empregadores, isso significa intensificar suas ofertas para tornar o trabalho em sua empresa mais atraente. “Os líderes precisam descobrir como valorizar as pessoas para que elas prefiram trabalhar para a empresa em vez de optar por trabalhar para si mesmas”, disse ele. “Essa se torna a conversa mais importante para sua sobrevivência.”

Crie um menu de degustação de benefícios e vantagens

Os dias em que um aumento de salário ou promoção satisfazia todos na empresa ficaram no passado. Vaynerchuk apontou que a cultura no local de trabalho é mais importante do que nunca para os funcionários, e que os líderes empresariais inteligentes precisam ouvir e responder a isso. 

“Cada funcionário pode ter uma motivação diferente”, disse ele. “Talvez uma alguém queira um aumento salarial, outra pessoa prefira a flexibilidade do equilíbrio entre vida e trabalho e uma outra pessoa, opções de lugar onde morar.”

Além disso, à medida que os funcionários envelhecem e atravessam as jornadas de sua carreira e vida, as necessidades podem evoluir. “As empresas e líderes que implementarem empatia, compaixão e simpatia, sem perder a lucratividade de vista — afinal, estamos na vida real —sobreviverão”, disse Vaynerchuk. 

É importante que os líderes empresariais removam as palavras “isto” ou “aquilo” do vocabulário corporativo e, em vez disso, foquem “e” e “ambos”.

“Temos que pensar como se fosse um cardápio de opções”, disse ele. “Você começa fazendo muitas coisas, então experimenta e retira o que não tem um gosto tão bom. O resultado é um cardápio ideal para você, para a organização que administra e para as pessoas que trabalham nela. As organizações que criam uma cultura que oferece os interesses de cada pessoa, com uma estrutura de opções para elas, serão vencedoras.” 

Assista à esta sessão sob demanda aqui.

Melanie Mannarino é escritora, editora, estrategista digital e autora de vários livros, incluindo The (Almost) Zero-Waste Guide: 100+ Tips for Reducing Your Waste Without Changing Your Life (O guia de resíduos quase zero: mais de 100+ dicas para reduzir seu desperdício sem mudar sua vida, em tradução livre).

Repensando seu espaço de trabalho?

Este artigo foi útil?
Category
Informações de especialistas
Tags
INOVAçãO
LIDERANçA
WEBINAR