Como a Oatly promove a cultura da empresa em um mundo híbrido

A cultura de gentileza da Oatly é a chave do sucesso de cada indivíduo e da própria empresa, tanto no escritório quanto remotamente

WeWork 609 Greenwich Street em Nova York. Fotografia da WeWork

A Oatly, uma marca que visa transformar o sistema mundial da alimentação para que seja mais saudável para as pessoas e para o planeta, está passando por uma evolução cultural. Quando a pandemia mudou a vida tradicional no escritório, a equipe da Oatly refletiu atentamente sobre os próximos passos. Assim, percebeu que, apesar de os locais e formatos de espaços de trabalho terem mudado, uma cultura corporativa forte continua sendo fundamental para que todos, e em todos os lugares, possam obter sucesso. 

Embora nossa empresa tenha adotado um modelo de ambiente que prioriza o trabalho remoto, ainda oferecemos muitas oportunidades para que os funcionários se encontrem pessoalmente. A Oatly é membro da WeWork desde 2017. Nossa sede da América do Norte, na WeWork 419 Park Avenue, em Nova York, costumava abrigar quase 100 funcionários, mas agora ela foi transformada em um espaço exclusivo para promover colaboração. A Oatly também está oferecendo aos nossos funcionários da América do Norte passes do WeWork All Access, que permitem que eles visitem centenas de locais da WeWork em qualquer lugar do mundo. 

Como diretora de pessoal da Oatly, penso muito sobre a importância do encontro pessoal para os funcionários e como ele assegura uma cultura forte da empresa. Confira o que penso sobre como tornar isso possível e por que considero importante.

WeWork: O que é cultura corporativa para você?

Cultura corporativa é uma compreensão comum e prática de como comparecemos, colaboramos, nos comunicamos, superamos o desconfortável e tratamos uns aos outros. Estabelecemos nossos princípios orientadores em torno de características que acreditamos que incorporam tudo o que é necessário para encontrar o sucesso na Oatly, mas também com base no que os funcionários já vivem na prática. É muito importante desenhar essa solução coletivamente à medida que crescemos, porque ela é a base que nos mantêm unidos. 

Uma palavra que me vem à mente quando penso na cultura da Oatly é gentileza. Se liderarmos com gentileza e empatia como fundamentos da nossa cultura corporativa, elas se espalham. Funcionários e líderes não são perfeitos e as pessoas encontrarão situações estressantes pelo caminho, mas com gentileza (e a confiança que decorre naturalmente dela) é possível promover um ambiente de trabalho aberto, honesto e colaborativo. Isso é fundamental. 

Vice-presidente, Pessoas e Transformação, América do Norte da Oatly, Chandra Caridi. Fotografia cortesia de Chandra Caridi.

Quais são os valores fundamentais da Oatly? De quais maneiras a Oatly promove esses valores culturais?

Um dos nossos princípios norteadores na Oatly é sentir-se em casa. Para se sentir em casa, você precisa estar confortável e ter a segurança psicológica para trazer toda a sua autenticidade ao trabalho sem medo. Assim, podemos fazer perguntas honestas uns aos outros, discordar e, por fim, aprender uns com os outros. Nossos outros valores vão ao encontro dessa base. Entre eles, há ideais como respeitar o tempo, acolher o fracasso, ser destemido e abraçar o desconhecido. Conforme a Oatly continua seu crescimento vertiginoso, estamos constantemente falando sobre isso como empresa e dentro de nossas equipes menores. Estamos construindo juntos todos os dias e desvendando territórios desconhecidos, então temos que lembrar uns aos outros disso e dar o devido reconhecimento no processo. 

Na mudança para um modelo que prioriza o espaço de trabalho remoto, como a Oatly continuará mantendo a cultura intacta?

Liderar com gentileza e abertura tem sido o segredo da nossa união; é o que possibilita um ambiente remoto bem-sucedido. Planejamos manter nossos ótimos relacionamentos interpessoais na empresa e receber os novos membros em nossa equipe com entusiasmo e da maneira especial da Oatly, pela qual sempre fomos conhecidos, tanto pessoal quanto remotamente. 

Um exemplo disso é o nosso programa Oatbud, um sistema de seis meses para novos funcionários que entram na Oatly passarem um tempo com um funcionário veterano, que pode responder a perguntas, ser um recurso e, por fim, um amigo na empresa desde as primeiras semanas. Este programa é um grande sucesso remotamente. Em última análise, os Oatbuds também querem se encontrar pessoalmente, sempre que for possível! 

Um dos nossos princípios norteadores na Oatly é sentir-se em casa. Para se sentir em casa, você precisa estar confortável e ter a segurança psicológica para trazer toda a sua autenticidade ao trabalho sem medo.

Chandra Caridi, vice-presidente de Pessoas e Transformação da Oatly, na América do Norte

Outro exemplo é nosso grande sucesso, o OatShow, um programa de entrevistas apresentado duas vezes por semana por Mike Messersmith, nosso presidente da América do Norte. Durante o OatShow, Messersmith entrevista um novo funcionário por meio de vídeo, e toda a equipe da América do Norte sintoniza remotamente. Cada episódio é divertido, alegre e informativo; aprendemos sobre a infância, peculiaridades e hobbies de um funcionário e, por fim, como sua jornada de carreira o trouxe à Oatly. É um momento realmente significativo para nós, juntos, em grupo. 

Como a Oatly está usando os espaços da WeWork para promover a cultura?

Embora estejamos priorizando o trabalho remoto, também acreditamos no poder da presença pessoal. Queremos que nossos funcionários estejam juntos sempre que houver um desejo em comum. Precisamos estabelecer pontos de conexão para as pessoas se encontrarem com segurança e confiança, e nosso acesso aos locais da WeWork possibilita exatamente isso. As pessoas estão se encontrando com seus chefes ou equipes pela primeira vez pessoalmente após meses trabalhando juntas, e estamos confiantes de que os locais da WeWork oferecem um espaço confortável e seguro para fazer isso. 

A facilidade de uso desses espaços também é extremamente importante para nossos funcionários, e envolve até mesmo algo tão pequeno quanto a sinalização sobre como usar o espaço de maneira fácil e intuitiva, o que é natural na experiência WeWork. A aparência visual também é semelhante à da sede da Oatly; é a importância de sentir-se em casa.

A Oatly cresceu significativamente desde que ingressou na WeWork em 2017. Como ela mudou nesse período? Como vocês mantêm a mentalidade de startup/crescimento?

Nosso foco é continuar trazendo ótimas pessoas para a Oatly e garantir que elas se sintam bem-vindas. Temos uma incrível equipe de aquisição de talentos que filtra os candidatos não apenas pelas habilidades necessárias, mas que também compreende as histórias das pessoas e como elas já incorporam nossos princípios fundamentais. 

Uma empresa como a nossa está sempre mudando de maneira dinâmica e devemos buscar o crescimento, mas nossos princípios fundamentais delineiam sempre o caminho para o futuro. Também é importante reunirmos nosso pessoal por meio de interesses e conversas em comum. Talvez seja tão simples quanto possibilitar no Slack conversas que aconteceriam perto do cafezinho. Em canais exclusivos, incluindo “#Oatly-Parents, #OatlyPeople, #OatlyInTheWild, #Peloton_baes, #HR-Parents e outros, os funcionários da Oatly compartilham informações e notícias da empresa, fotos de seus filhos e animais de estimação, histórias pessoais, encontro com amigos da academia, descoberta de novas músicas e programas de TV e muito mais. Nós confiamos uns nos outros para realizar nosso trabalho com sucesso, mas a realização de conexões pessoais torna nosso trabalho muito melhor. 

Em sua perspectiva, como está o uso de salas comerciais atualmente?  

Para nós, uma sala comercial é um lugar no qual os funcionários da Oatly podem se reunir para serem criativos, promoverem relacionamentos ainda mais próximos e passarem tempo desenvolvendo nossas melhores soluções e inovações juntos. Nossos escritórios globais da Oatly são projetados com foco nesse senso de colaboração e comunidade, e não no trabalho individual. Com nossos escritórios da Oatly, acesso a mais de 700 locais da WeWork em todo o mundo e, é claro, a possibilidade de trabalhar em casa, esperamos que nossos funcionários sintam que têm o máximo de flexibilidade para realizar alguns dos melhores trabalhos que realizaram na vida.

Chandra Caridi atua como vice-presidente, Pessoas e Transformação da Oatly, na América do Norte, desde julho de 2020. Ela está na empresa desde março de 2019, e começou atuando como diretora de recursos humanos na América do Norte. Antes de ingressar na Oatly, Chandra ocupou vários cargos de nível sênior em recursos humanos e aquisição de talentos nos setores de produção de alimentos, varejo e moda em empresas como Juice Press, Blue Apron, Donna Karan e muitas outras. Ela é bacharel em Artes pela Pace University.

Repensando seu espaço de trabalho?

Este artigo foi útil?
Categoria
Informações de especialistas
Etiquetas
CULTURA
ESPAçO HíBRIDO
HR