Celebrando o crescimento de empresas membros nos espaços da WeWork

Estas empresas inovadoras lançaram serviços e ajudaram outras pessoas com o apoio da WeWork

WeWork 9830 Wilshire Blvd em Beverly Hills, CA. Foto da WeWork

Muita coisa aconteceu desde que a WeWork abriu seu primeiro local na área de Lower Manhattan, há mais de uma década. Era apenas uma pequena empresa de coworking. Com o crescimento explosivo da empresa, os esforços paralelos e as transições subsequentes de liderança, a WeWork emergiu como líder no mundo do espaço flexível

Uma coisa não mudou. A WeWork sempre foi uma empresa que oferece espaço e suporte para que as empresas prosperem. Enquanto a WeWork se prepara para abrir o capital, fica claro que a empresa não estaria onde está agora sem as dezenas de milhares de empresas localizadas nos edifícios. 

Muitos desses negócios começaram como uma semente de uma ideia, algo que alguém sonhou na época da escola ou enquanto estava em um elevador. As pessoas buscam nos edifícios da WeWork mesas para trabalhar, mas obtêm muito mais: acesso a um conjunto de serviços de suporte, eventos de networking, gerentes de comunidade e o companheirismo de empreendedores e funcionários com ideias semelhantes. Com o tempo, esse suporte administrativo, social e profissional permite a contratação de mais funcionários, a expansão para novos mercados e o ganho de ainda mais receita. 

Neste momento de comemoração da WeWork, destacamos as pessoas e empresas que cresceram nesses espaços e nos tornaram o que somos: nossos membros. Veja cinco de suas histórias. 

Uma biblioteca digital narra uma biblioteca física em sua identidade

Nos últimos dois anos, a Perlego evoluiu de uma startup de 30 pessoas para uma “expansão” de 90 pessoas, conta Kim Lomba, diretora de design da Perlego. Quando foi criada em 2017, a empresa, que atua em serviços de assinatura de e-books acadêmicos e profissionais, operava em um “minúsculo” escritório na WeWork 2 Eastbourne Terrace. Em 2018, a Perlego expandiu-se para um escritório maior no WeWork 1 Waterhouse Square

Kim o chama de “espaço perfeito para prosperar”, porque pode facilmente acomodar um número cada vez maior de funcionários. A presença em um espaço da WeWork também é um grande atrativo para candidatos em potencial e se tornou parte da identidade da empresa.

“O espaço é realmente único, parece uma bela biblioteca de universidade antiga, com pé-direito alto e amplo espaço aberto”, descreve Kim. “As pessoas costumam pensar que é um plano de fundo falso do Zoom”.

O cofundador da Perlego, Gauthier Van Malderen, em uma reunião geral, segunda-feira de manhã no WeWork 1 Waterhouse Square em 2020. Fotos cortesia das empresas.

A missão da Perlego é tornar menos oneroso para os alunos o acesso aos livros didáticos, que muitas vezes são proibitivamente caros. A empresa faz parceria com editoras diretamente e remove os custos de impressão e distribuição física dos livros. 

A empresa está atualmente expandindo sua coleção internacional para incluir mais títulos em espanhol, alemão, italiano e francês. Recentemente, atingiu a marca de 700.000 títulos na plataforma, com mais de 3.000 editoras em sua biblioteca on-line.

Os funcionários agora vêm ao escritório para sessões colaborativas e ocasiões da equipe, em vez de todos os dias. Em virtude dessa mudança, a empresa trabalhou com a equipe da WeWork para criar o tipo certo de espaços de descanso para acomodar este tipo de trabalho. 

Jogos no espaço de entretenimento digital

No início de 2020, a plataforma de descoberta de esportes eFuse existia há alguns meses e tinha apenas oito funcionários. Como outras empresas de entretenimento digital, o eFuse ganhou repentinamente um influxo de usuários durante a pandemia, quando muitas pessoas ficaram confinadas em casa. 

O que se seguiu foi um período de rápida expansão. No último ano e meio, a empresa contratou dezenas, incluindo um novo diretor de receita e diretor de parcerias. Com mais de 50 funcionários agora, a empresa, que se tornou conhecida como o “LinkedIn para jogadores”, garantiu US$ 6 milhões em financiamento inicial estendido no início deste ano. 

Halina Malik (à esquerda) e Daniel Intrater no escritório da eFuse no WeWork 800 N High Street em Columbus, OH.

Como resultado, a eFuse mudou de um pequeno escritório no WeWork 800 N High Street em Columbus, Ohio, para um maior no mesmo edifício. Atualmente a equipe tem mais de 20 pessoas que trabalham no escritório regularmente. 

Estar na WeWork deu à empresa a flexibilidade de ocupar rapidamente um espaço de escritório que fosse necessário durante um período incerto. “Os espaços dinâmicos permitiram um ajuste aos novos formatos e espaços maiores conforme nossa equipe crescia, garantindo que a produtividade e a formação da equipe nunca perdessem o ritmo”, conta o fundador e CEO Matthew Benson. Além disso, trabalhar no espaço também permitiu que executivos e funcionários conhecessem muitas outras empresas no processo. 

“O companheirismo que desenvolvemos com outras organizações tem sido esclarecedora e reconfortante à medida que crescemos juntos”, conta ele.

Um ímpeto para servir aos outros

A Boss Transport and Family Services oferece viagens não emergenciais para consultas médicas e opera na área de Washington, D.C., desde 2006. No ano passado, ela expandiu de um escritório para duas pessoas no WeWork 901 North Glebe Rd para um que acomoda seis pessoas e também abriu um local em Los Angeles, com um escritório no WeWork The Tower

“Fazer parte da família WeWork nos ajudou a começar nossa transição para a Califórnia com muita facilidade”, conta George Odoi, que atualmente dirige a empresa fundada por sua mãe. A Boss Transport também está expandindo seus serviços e negociando uma parceria com uma de suas seguradoras. 

William Woods, gerente de operações da Boss Transport and Family Services (à esquerda) com George Odoi.

Estar baseado no edifício da WeWork também ajudou a empresa a manter as operações durante a pandemia, e foi uma grande razão pela qual eles não precisaram demitir ninguém durante aquele período difícil. Com os edifícios da WeWork abertos, de acordo com Odoi, ele e seus colegas puderam “se reunir com nossa equipe e parceiros… [e] manter a estrutura”. Além disso, ele diz: “Isso permitiu que tivéssemos muitas oportunidades de networking e aumentássemos nossa produtividade”. 

Uma marca registrada da Boss Transport é o orgulho e o cuidado com que trata seus clientes. Por muitos anos, a empresa auxiliou um cliente com deficiência visual no transporte de ida e volta das aulas. Ela recentemente se formou na faculdade para se tornar professora. “Isso nos deixa muito felizes”, conta Odoi. “Estamos orgulhosos de ver como contribuímos para que as pessoas alcancem seus objetivos”.

Um software de recrutamento prospera com o aumento do trabalho remoto

A Beamery foi fundada em 2013 para mudar a forma como as empresas atraem e retêm talentos. Um ano depois, ela se mudou para um espaço da WeWork em Londres com apenas alguns funcionários.

Desde então, o provedor de software de recrutamento prosperou à medida que o aumento do trabalho remoto alterou o cenário de recrutamento. A Beamery agora tem mais de 200 funcionários espalhados por escritórios no WeWork Shoreditch Exchange em Londres, WeWork Warschauer Platz 11-13 em Berlim e WeWork 801 Barton Springs Rd em Austin, TX. Durante a pandemia, as equipes têm usado mais locais da WeWork à medida que escolhem por si mesmas a melhor forma de trabalhar. 

A primeira semana de volta da equipe Beamery ao escritório, em setembro de 2021, em um espaço de eventos da WeWork em Hoxton, Londres.

“Ter acesso a espaços de trabalho em todos os locais do mundo é um grande benefício para os negócios”, afirma Tope Medupin, diretor de Operações da Beamery. “Também significa que podemos trabalhar mais próximos aos nossos clientes e parceiros, aumentando ainda mais as oportunidades de colaboração presencial, sem a restrição de um local específico”.

A empresa teve seu ano fiscal mais bem-sucedido até o momento, com aumento da receita de 337% no último trimestre do ano. Recentemente, ela arrecadou US$ 138 milhões em sua rodada de financiamento da Série C e planeja dobrar o número de funcionários nos próximos 12 meses. 

Um espírito energizante e empreendedor

A GrantMe é uma plataforma digital que oferece orientação sobre bolsas de estudo aos alunos durante o período de ingresso na universidade. Desde que foi lançada no Canadá em 2018, a receita e o número de funcionários triplicaram a cada ano, conta o fundador Madison Guy. 

A WeWork é um ambiente verdadeiramente dinâmico e empolgante para nossa equipe. O espírito empreendedor é palpável e estimulante.

Madison Guy, fundador da GrantMe

O crescimento contínuo levou a empresa no início deste ano a atualizar o número de mesas que tinha no WeWork 2015 Main St em Vancouver. A GrantMe agora ocupa dois escritórios privados e dá a alguns funcionários passes do WeWork All Access que lhes permitem trabalhar no local da WeWork de sua escolha. 

A equipe da GrantMe em um happy hour de verão no WeWork 2015 Main St em Vancouver em 2021.

“A WeWork é um ambiente verdadeiramente dinâmico e empolgante para nossa equipe”, afirma Guy. “O espírito empreendedor é palpável e estimulante. A empresa desenvolveu muitos relacionamentos com outras startups no espaço e amizade com outros membros.”

Ou seja, conta Guy, “A WeWork tem sido um grande espaço para crescermos junto com nossa empresa.”

Anjie Zheng é editora chefe da Ideas by WeWork. Anteriormente, era repórter do Wall Street Journal. Seu trabalho também foi publicado na Fast Company, Quartz e LithuB.

Repensando seu espaço de trabalho?

Este artigo foi útil?
Categoria
Membro em destaque
Etiquetas
COMUNIDADE
CRESCIMENTO DA EMPRESA
LIDERANçA