O poder transformador do primeiro escritório

Para o proprietário de uma pequena empresa, uma sala comercial pode proporcionar uma sensação maior de legitimidade e solidez


Clique aqui para experimentar um escritório privativo da WeWork por um mês grátis. Aplicam-se os termos.

Vivemos em uma era em que o trabalho remoto se tornou o novo normal. Sabemos que funciona. 

Porém, é inegável que o espaço de trabalho físico oferece grandes benefícios. O espaço físico é a base da cultura da empresa. O espaço de trabalho compartilhado favorece um ambiente colaborativo. Espaços onde não há distrações proporcionam ambientes de concentração profunda ou brainstorming em equipe. Além disso, um escritório cujo ambiente seja esteticamente acolhedor é agradável e promove mais criatividade do que as configurações que usamos nesta década, compostas de mobiliário distribuído em fileiras de cubículos cinzentos. 

Um espaço de trabalho físico pode impulsionar a motivação e produtividade dos funcionários, da mesma forma que começar um dia em casa com roupas de trabalho e com os dentes escovados é diferente de trabalhar o dia todo no sofá usando um moletom velho.

Quatro membros da WeWork contam como o espaço de trabalho físico transformou as atitudes e impulsionou os negócios.

Força nos números

Depois de perder o emprego no setor de tecnologia há cerca de três anos, Dillon Ceglio obteve uma nova formação em marketing digital e usou uma mesa compartilhada na WeWork. Ele também se inscreveu como membro do Acesso Global, agora conhecido como All Access, para ter a possibilidade de trabalhar em diferentes mesas ao redor do mundo. Em 2019, ele aproveitou esse benefício e viajou pelo mundo. 

"Na época, eu trabalhava como profissional de marketing digital freelancer e gerenciava quatro clientes — nenhum deles sabia que eu tinha saído do país", diz ele. "Elaborei então uma estratégia que me daria a oportunidade de estar em cidades na Europa que tinham escritórios da WeWork, onde eu teria a melhor Internet e um lugar para receber chamadas." Ceglio passou bastante tempo em locais da WeWork em Londres, Berlim, Barcelona e Amsterdã

Dillon Ceglio administra a Chubby Snacks no WeWork Millennium em Los Angeles. Fotografia: cortesia de Dillon Ceglio

Graças a sua rede global da WeWork, ele expandiu seu negócio de marketing digital. Depois disso, no meio da pandemia do ano passado, ele lançou outro negócio, a Chubby Snacks, que vende sanduíches compactos saudáveis de pasta de amendoim e geleia, no WeWork Millennium em Los Angeles. O lançamento de um negócio exigiu que ele migrasse de sua mesa compartilhada para uma sala para quatro pessoas. 

"Damos o melhor de nós mesmos quando trabalhamos juntos", diz ele sobre sua equipe. "O trabalho remoto foi bom para nós no início, mas não há nada melhor do que estar em uma sala de reunião e criar uma estratégia em um quadro branco!" 

O novo espaço de trabalho de Ceglio é um sinal do sucesso nos negócios e uma motivação para continuarmos a pensar neste novo modo de trabalhar. "Para um empreendedor que está iniciando um negócio que tem muitas despesas gerais — necessidades de estoque, espaço de cozinha, equipe, etc. — as decisões sobre como usar o dinheiro sempre são prioritárias. Por isso, somente me senti confortável em assinar o contrato (do escritório) quando fizemos nossa rodada de pré-lançamento", conta. 

"Tendo dito isso, também senti que ser o ‘responsável’ pelo espaço seria muito motivador e me levaria a trabalhar com mais afinco. Quando investi no escritório, eu sabia que me sentiria motivado", diz ele. 

Um sonho feito realidade

A treinadora de cavalos profissional, Jane DaCosta, fundou a Metropolitan Equestrian Team em 2010. Sua missão era oferecer passeios a cavalo e oportunidades educacionais para toda criança que quisesse cavalgar, independentemente de sua condição socioeconômica. Os participantes também têm acesso a uma plataforma on-line que oferece aulas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, bem como disciplinas relacionadas ao hipismo.

"Em nossas conversas com os alunos, eles não decidem mais se vão para a faculdade, mas onde farão faculdade", diz ela em um e-mail. 

Jane DaCosta estabeleceu a sede da Metropolitan Equestrian Team em WeWork Dumbo Heights no Brooklyn. Foto cortesia de Jane DaCosta.

Dez anos mais tarde, depois de ajudar seus alunos a obter mais de US$ 1,4 milhão em bolsas de estudo de ensino superior, DaCosta decidiu que sua equipe precisava de uma sede corporativa. Essa ideia já estava em andamento há algum tempo. Antes de sua mãe falecer em 2016, DaCosta se lembra dela dizendo: "Não teria sido bom ter seu escritório e ser um bom exemplo para as crianças?" 

Ela encontrou um espaço no WeWork Dumbo Heights, no Brooklyn, e em um ano passou de um escritório para duas pessoas para um escritório para quatro pessoas. Um papel de parede na WeWork que dizia "This Is Happening" (Está acontecendo mesmo), que ela havia visto quando começou a visitar os locais para sua escolha, acabou sendo profético. 

Desde então, Jane recebeu da WeWorkuma concessão para negócios administrados por pessoas negras para continuar expandindo a organização. Foi a primeiríssima concessão da MET. "Eu estava na sala de reunião (quando descobri). Caí de joelhos chorando, sem conseguir acreditar. Eu estava rezando por esse empurrão", revela.

Desde então, a MET expandiu seus negócios para outros estados, incluindo Utah, Texas, Mississippi, Geórgia, Maryland e Connecticut, e Jane atribui à WeWork os créditos como parte desse sucesso. "Sou infinitamente grata à WeWork por tudo o que ela fez por minha organização, especialmente à equipe no local da WeWork em Dumbo Heights. Eles se superam em todos os quesitos. Este escritório é mais do que apenas um espaço de trabalho, é meu sonho que se tornou realidade em muitos aspectos", conta.  

Um passo rumo ao crescimento

Há seis anos, a agência criativa colombiana Laudiovisual presta serviços que incluem fotografia, produção audiovisual, mídia social, design gráfico, estratégia de comunicação e aprimoramento de imagem corporativa e estratégias de posicionamento de marca. Mas a mudança recente da empresa para o local da WeWork Barranquilla Carrera marcou uma nova fase. 

"Estar aqui é um sonho que se tornou realidade", conta a CEO Laura López. "Anteriormente, estávamos em instalações comerciais muito menores, onde pagávamos mais por muito pouco espaço. Quando nossa empresa cresceu, mudamos para lugares com melhor localização, mas nenhum deles foi como a WeWork." 

Os benefícios do novo espaço vão além do físico. Ele ajudou a impulsionar a motivação internamente e melhorou a imagem da empresa perante aos clientes. "Nossa rotina mudou completamente — nossa projeção aumentou, e nós nos tornamos muito mais organizados", explica Laura. "Nossos clientes também veem nossa empresa de outra forma: estar aqui nos dá força, suporte, projeção de crescimento, ordem, estilo, entre outros aspectos positivos."

Além disso, temos o benefício inerente do networking que acompanha nossa presença em um lugar como a WeWork. "Nossa presença aqui nos colocou em contato com grandes empresas que precisam de nossos serviços", orgulha-se Laura. 

Privacidade extra e legitimidade 

Durante uma viagem humanitária a Burkina Faso com a organização sem fins lucrativos, Plan International, a atriz e modelo Toni Garrn conheceu uma menina de 14 anos que era extremamente talentosa em matemática, mas que também sofria violência em casa por optar por educação, em vez de casamento. A situação inspirou Garrn a criar a Toni Garrn Foundation, em 2016, para promover educação e igualdade para meninas. Quando sua organização ganhou impulso — com eventos exclusivos para arrecadação de recursos financeiros, como o Supermodel Flea Market, no qual ela vende peças de grife de seu próprio guarda-roupa e do guarda-roupa de outras modelos — ela decidiu se estabelecer em um local da WeWork em Berlim.

Eu nunca estudei em universidade, nunca tive um emprego diurno, então, para mim, é exótico e bacana ter um escritório", conta Toni, que iniciou a carreira de modelo na adolescência e teve dificuldade para equilibrar os estudos com a expansão da carreira. 

Toni Garrn administra sua fundação em um edifício da WeWork em Berlim. Fotografia: cortesia de Toni Garrn.

"Às vezes temos reuniões com governos e com as Nações Unidas, e o escritório faz com que eu me sinta muito mais profissional do que convidá-los para um café na esquina", diz ela. O escritório também reforça a importância do trabalho que ela realiza.  

"O projeto desta fundação é uma paixão, e este espaço (de escritório) me lembra de que se trata de um trabalho real", explica Toni. Além disso, Toni terá fácil acesso a locais da WeWork no mundo inteiro quando seu trabalho a levar a diversos lugares para campanhas e sessões de fotos.

— A.M. Higgins contribuiu com a reportagem

Angelica Frey é escritora e tradutora especializada em artes, moda e alimentação. Originalmente de Milão, ela vive atualmente no Brooklyn.

Interessado em um espaço de trabalho? Entre em contato.
Este artigo foi útil?